A Reforma Trabalhista vem propor uma mudança significativa nas relações de trabalho entre empregado e empregador, e tem o intuito de flexibilizar e formalizar certas tratativas, que terão maior clareza no aspecto legal.

Tanto o empregador quanto o empregado sentirão a mudança de forma positiva, uma vez que haverá a liberdade de negociação para um bem comum. Claro que, como em toda mudança, é normal as dúvidas e a insegurança, mas é questão de tempo para a adequação e percepção de que era a hora de mudar.

A CLT – Consolidação das Leis do Trabalho, que rege a legislação atual, é de 1º de maio de 1943, e nestes 74 anos não sofreu alterações significativas, desconsiderando que a nossa realidade e necessidades já não são as mesmas daquela época.

Com a evolução da tecnologia, o crescimento na capacitação profissional e as novidades e melhorias nas ferramentas de trabalhos, gerou-se a necessidade de que os processos fluíssem com assertividade, no entanto o engessamento na legislação dificultava. Com a aplicação da Reforma Trabalhista, o empregador terá maior interação com o seu empregado, com direitos e deveres garantidos e amparados legalmente.

Enfim, ao considerar que toda mudança tem o intuito de melhorar, como é a nossa premissa na Time Control Contabilidade, percebemos que a Reforma Trabalhista, neste momento é favorável, desde que exista a sabedoria por ambas as partes, de que é para o melhor!

 

Texto produzido por:
Gisele Silva, Diretora do Departamento de Recursos Humanos da Time Control Contabilidade.

Deixe um comentário