O QUE MUDA?

O emissor gratuito de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) disponibilizado pela Secretaria de Fazenda de São Paulo (SEFAZ – SP) está com os dias contados. A partir do dia 1º de Janeiro de 2017 o emissor será descontinuado pelo SEFAZ, o software não estará mais disponível para downloads e não será mais atualizado. Os emissores gratuitos são oferecidos pela Secretaria da Fazenda aos contribuintes desde 2006, quando teve início o processo de informatização dos documentos fiscais e sua transmissão via internet com o objetivo de massificação do seu uso.

Aos contribuintes que tentarem realizar o download dos emissores de NF-e e CT-e após a data divulgada receberão a informação sobre a descontinuidade do uso dos aplicativos gratuitos. A Secretaria da Fazenda ainda recomenda que os usuários que já tenham o aplicativo instalado façam a migração para outras soluções antes que a introdução de novas regras de validação da NF-e e do CT-e impeçam o seu funcionamento correto.

A mudança afeta principalmente as micro e pequenas empresas, pois para empresas com grande volume de notas o processo para emissão de notas era manual e exigia o preenchimento individual nota por nota, de cada campo, o que demandava uma grande quantidade de tempo.

O principal motivo para o SEFAZ descontinuar o emissor foi justamente a sua baixa utilização, segundo o órgão, 92,2% das empresas optaram por usar emissores próprios.

Para as empresas que ainda dependem do sistema do governo, a instituição diz que no mercado há muitas opções de emissores, alguns deles com versão básica gratuita.

A GIS – Gestão Integrada de Sistemas, empresa integrante da Time Group, desenvolveu uma ferramenta que suprirá a necessidade das micro e pequenas empresas na emissão de notas fiscais eletrônicas de forma gratuita. Para mais informações, contate o Departamento de Relacionamento no telefone (41) 3035-5303.

Deixe um comentário